Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando Agora
Músicas recentes: Veja as músicas que já tocaram por aqui.

Entrevista Com a Banda Shaytan (Black Metal) - Moji das cruzes - São Paulo - Necropsya Metal Rádio

Fale conosco via Whatsapp: +55 31 998426908

No comando: Programa Madrugada dos Clássicos

Das 01:00 às 06:00

No comando: Programa Anarco Punk

Das 06:00 às 07:00

No comando: Programa Industrial Machine

Das 07:00 às 08:00

No comando: Programa Nu Metal Generation

Das 08:00 às 09:00

No comando: Programa Brazilian Metal Bands

Das 09:00 às 11:00

No comando: Programa Metal In Your Head Automático

Das 11:00 às 12:00

No comando: Programa Metal Woman

Das 12:00 às 13:00

No comando: Programa Bestial Death

Das 13:00 às 14:00

No comando: Programa Necronation Automático

Das 14:00 às 16:00

No comando: Programa Devastation Thrash

Das 16:00 às 18:00

No comando: Programa Metal Heart “Love Metal”

Das 18:00 às 20:00

No comando: Programa Necronation

Das 18:00 às 21:00

No comando: Programa Metal In Your Head Ao Vivo

Das 18:00 às 21:00

No comando: Programa Angels Cry

Das 20:00 às 21:00

No comando: Programa Folklóryka

Das 21:00 às 22:00

No comando: Programa Symphonyka

Das 22:00 às 23:00

No comando: Programa The Black Art

Das 23:00 às 01:00

Entrevista Com a Banda Shaytan (Black Metal) – Moji das cruzes – São Paulo

Olá sou a Samara da Necropsya Metal rádio e com muito prazer vou entrevistar essa banda fodástica de blackmetal a banda shaytan de Moji das cruzes São Paulo. Confiram Abaixo A Entrevista Realizada com Dan Blasphemoon, Representando a Banda Shaytan.

Samara – Bom, sabemos que o Black metal é um som muito pesado e como uma banda de black metal é em uma cidade conservadora como Mogi das cruzes em São Paulo. existe muito preconceito? Ou algum tipo de dificuldade?
Dan (Shaytan) – Oi Samara, pessoal da Necropsya Metal Rádio valeu pelo espaço! Sim somos de Mogi das Cruzes-SP. Uma cidade da grande São Paulo, e como a maioria aqui no Brasil tem um grande preconceito com o metal. E ainda mais uma banda de Black Metal, até alguns pseudo headbangers tem um pé atrás com as bandas de Black Metal. Atualmente somos a única banda de Black Metal de Mogi na ativa. Dificuldade aqui é com a falta de espaços para tocar, antigamente até tinham alguns bares com uma certa estrutura onde nós e outros camaradas de outras bandas organizávamos alguns eventos de metal na cidade, hoje muitos desses bares fecharam, e as casas e bares que restaram não abrem espaço para metal extremo.
Samara – As músicas do Shaytan abordam os temas mitologias assírio-babilônica, assim como o satanismo, e o lado obscuro do ser humano. Para vocês o que significa esse lado obscuro que há no ser humano?

Dan (Shaytan) – A maioria das letras do Shaytan são inspiradas na mitologia Suméria, Assírio Babilônica, eu estudo Mitologias desde minha adolescência, e achei legal por esse tema nas letras para ser também um diferencial da banda. O lance do lado obscuro do ser humano, é o lado desconhecido que todos nós temos, aquele lado que aflora em momentos mais intensos, é o lado misterioso da mente, do ser, do comportamento, da insanidade…como o lado negro da lua.
Samara – Conte-me mais das experiências de ter tocado em algum festival, eu vi aqui que vocês participaram do setembro negro certo? como foi para a Banda shaytan tocar nesse evento grandioso com setembro negro?
Dan (Shaytan) – Tocar ao vivo é a melhor parte para nós! É onde toda a energia é extravasada, um momento de comunhão com o público, onde as mensagens das músicas são expostas com toda intensidade. Tocamos em vários lugares de SP, ao lado do Krisiun por exemplo, e também na XIII edição do Setembro Negro Festival em 2019. Quem conhece esse festival sabe que é um dos maiores de metal extremo da América latina, e para nós participar desse evento foi um grande marco, pois além de tocar ao lado de bandas super conceituadas do metal Mundial, tivemos a oportunidade de mostrar o Shaytan para um público maior, e a resposta foi super positiva, pois a partir daí, várias pessoas passaram a conhecer o Shaytan.
Samara – Daniel acompanhando suas passagens, fale um pouco da experiência com a banda de death metal Nervochaos. Sua passagem foi diferente, fez Turnês pela Europa houve alguma dificuldade de adaptação?
Dan (Shaytan) – Eu sou vocalista desde meus 15 anos de idade, passei por muitas bandas, e o Nervochaos foi onde as coisas fluíram mais. Tive a oportunidade de gravar dois álbuns de estúdio e um ao vivo, além de fazer duas turnês pela Europa, tocar em vários países da América latina e em todo o Brasil. A única dificuldade que passei na época, foi a financeira mesmo, uma vez que o cachê não era suficiente para se manter, e isso gerou minha saída da banda, pq eu tinha que estar sempre livre para viajar, mas não havia suporte financeiro para tal. Então foi melhor a minha saída. Na Europa tudo funciona melhor para o Metal, vc é respeitado como músico, as pessoas levam a sério o trabalho da banda. Espero q o Brasil aprenda logo a respeitar os músicos.
Samara – O álbum Ancient  Shadows é composto por quatro faixas, qual dessas faixas representam shaytan e o qual o significado dessas música?
Dan (Shaytan) – O EP Ancient Shadows tem 4 faixas, Ishtar, Lords of Hell, Funeral Soul e Dark Mistress of Death. Essas foram as primeiras músicas que criamos, e todas elas são especiais para mim, as letras são bem fortes e as músicas são bem elaboradas e cheias de variações. Mas vou citar aqui duas, Lords of Hell, que é bem violenta e tem uma variação de ritmos muito interessante, e a outra Dark Mistress of Death, onde a letra fala de um demônio Sumério chamada LAMASHTU, dessa faixa fizemos um vídeo clipe bem legal onde a ideia consiste em um ritual para esse demônio, está em nosso canal confiram.
Samara – Sobre a influência para o Shaytan, alguma banda em especial?

Dan (Shaytan) – Sobre as influências, vem de todos nós, eu curto muito Marduk, Tsjuder, Dark Throne, Bathory entre outras. Já ouvi muita gente boa comparando ao Marduk algumas vezes, deixo Para Vocês avaliarem. Claro que é uma ótima comparação. Mas não nos prendemos a copiar nada, vamos montando as músicas livremente sem pensar como vamos soar, o importante é primeiramente todos estarmos satisfeitos com o som !
Samara – E para finalizar a banda tem algum recado especial? Principalmente para aquele público bem preconceituoso e que se sente superior demais em relação ao black metal. o espaço é para que fique a vontade para deixar aquele recado foda para finalizar a nossa entrevista!
Dan (Shaytan) – como vc citou essa galera que se sente superior…

Temos que ter em mente que nossa trajetória aqui é curta, e a vida é um eterno aprendizado. Nunca saberemos o suficiente, cada vez que aprendemos algo, vemos o quanto ainda é preciso evoluir espiritualmente, e como pessoa. A pessoa que se acha superior já se condenou a ignorância e ao atraso mental e parou de evoluir.  Quero agradecer a você Samara, e a todos da Necropsya Metal Rádio pelo espaço!
Parabéns pelo trabalho que fazem em prol do underground, parabéns pela iniciativa! E gostaria de dar um recado para a galera, divulguem as bandas nacionais, essas bandas dependem da sua força!
No mais, agradeço a todos que nos apoiam nas redes sociais, que vão nos shows e que adquirem material da banda!
Valeu!
Dan Blasphemoon.
Sigam as Redes Sociais da Banda…

Shaytan – “Dark Mistress of Death”

 

Ouçam o Som da Banda em Nossa Programação.

Deixe seu comentário:

Equipe